sexta-feira, março 24, 2017

Pascoa a caminho

Pois é, entramos em qualquer supermercado e "chove" chocolate... ovos, galinhas, ovinhos, amêndoas de todas as cores e feitios e sabores.


Para as crianças não acho qualquer piada oferecer mais um ovo gigante. Mais um para a colecção a juntar aos dos tios, avós, padrinhos e afins.


faço questão de personalizar as ofertas para os mais pequenos.
O ano passado foi esta...





Já no ano anterior tenha sido a garrafa de agua com o coelho desenhado e decorado.
Este ano estou a preparar mais uma coisita personalizada, feita por mim. Depois mostro as fotos.


Acho que desta forma o que se dá tem um gosto muito mais pessoal.

terça-feira, março 21, 2017

Hoje... prozac ou xanax?

Hoje é um daqueles dias, em que pensamos em abençoadas drogas, mesmo aquelas que não tomamos nem nunca tomámos. Mas temos dias assim!
Acordar de manhã e sentir o humor já em nível zero, a puxar para o negativo, em que tudo nos irrita, tudo serve para "explodir" e depois tudo nos pesa na consciência porque "explodimos".
As vezes precisava de mais tempo no dia... para ter tempo para eles, para ele e... principalmente, para mim. Colocamo-nos no fundo da equação dos "a fazer", mas depois sentimos as consequências e nem sempre são muito positivas.
Tenho de repensar a estratégia do dia a dia, corre que corre.
Alguém tem uma boa fórmula para aplicar?

quarta-feira, março 08, 2017

E depois da tempestade... vem a bonança!

Cheira a Primavera...
Sei que ainda não vem para ficar, mas dá logo outro ânimo um dia como o de hoje. Só é pena não estar a usufrui-lo sentada numa bela esplanada.

sexta-feira, março 03, 2017

Fim semana de chuva

No antes... se se afigurava um fim semana como o que aí parece estar a chegar, se chovia ao fim de semana "bezerrávamos" no sofá, de lareira acesa e um bom filme na televisão, as refeições eram à base de petiscos e uma bela garrafa de vinho.

No depois... acordamos cedo porque as sinetas de casa despertam cedo, pequenos almoços, roupas, brincadeiras, arrumar a desarrumação que surge por magia em 2 segundos, despachar toda a gente porque o programa inclui festas de anos de pequenitos, onde os pais ficam a "secar" durante umas 2 ou 3h e eles gastam as energias. E quando pensamos, ah, é positivo porque assim ficam cansados.. wrong! Parece que as pilhas carregam com a energia despendida em vez de gastarem e conseguem chegar a casa ainda a mil à hora na mesma.
Com muito esforço lá jantam e conseguimos pô-los a dormir... e entretanto qualquer plano de ver um filme já se esmoreceu e apenas apetece a parte do "bezerrar" nos sofá.

quarta-feira, março 01, 2017

Aventura de Carnaval

Mas quem se lembra de achar que uma criança de 1 ano acharia piada a um fato para desfile carnavalesco??!! Pois é, não acha. Vestiu para a foto e está feito!
Mas continuo a acreditar que com o tempo irei incutir o espirito naquela alma mais travessa.


Agora continuamos a vida com outros "carnavais", alguns destes bem mais chatos e menos eufóricos.

quinta-feira, fevereiro 23, 2017

Carnaval à porta

Uns adoram, outros detestam, para outros passa completamente ao lado.
Eu sou das que sempre gostei. O marido acompanha a ideia.
Tento incutir isso nas crianças.
Este ano teremos uma sereia e um príncipe. A sereia é fácil convencer, desde que o vestido tenha brilho e acessórios vários. Já o príncipe, vamos a ver se vai chegar a mostrar a fatiota.


Depois teremos, ainda, direito a desfile em grupo, num corso de Carnaval, onde todos serão... M&M's. Aqui é que já foi mais difícil (e ainda vamos ver como corre) convencer a sereia a mudar o traje. Mas acho que nada que um M&M's de coroa e uns acessórios extra brilhantes não resolvam.


Carnaval também é quando um Homem quer, mas em grupo é muito mais divertido!

De regresso... ou tentando!

Pois é, vamos, ou melhor,vou tentar criar uma rotina de escrita.
O mundo gira, a vida muda e nós tentamos acompanhar, ora andando ora correndo.
Na azáfama que é a vida de familia, parece-me útil partilhar com eventuais leitores que achem algum interesse neste assunto as dúvidas, experiências e maravilhas desse mundo.

Desde 2013 (parece incrivel como passaram estes anos desde o ultimo post... estou chocada!), muitas coisas mudaram e nada como escrever sobre a nossa experiência.

terça-feira, abril 09, 2013

Descobertas do dia:

Hoje descobri e redescobri que:
- continuo a conseguir conduzir e fazer coreografias inventadas para as mais diversas musicas infantis;
- tenho sérias dificuldades em incomodar o sono plácido de uma criança, que é um mimo de ver... o que me faz depois ter de andar sempre a correr para chegar a horas minimamente decentes ao trabalho;
- as 10h da matina já tenho a sensação de ter corrido uma meia maratona e ainda o dia mal começou;
- com tantas coisas que um filho pode herdar dos seus pais, podia não ter herdado logo o mau feitio e teimosia.

Para além disso, que:
- provavelmente vamos levar com mais impostos;
- o mundo maravilhosos de viagens nas férias parece cada vez mais longíquo, com estas contínuas reduções de rendimentos;
- com estes incentivos, a vontade de trabalhar e produzir efetivamente vai reduzindo na mesma proporção;
- a falta de civismo e colaboração é cada vez mais acentuada;
- em várias horas ao longo do dia só me apetece dar alguns bons estalos em algumas pessoas.

Por isso, voltemos às coreografias de musicas infantis que é mais simples...

sexta-feira, abril 05, 2013

As coreografias de uma musica

E quando são de várias musicas?
Descobri que se pode conduzir e coreografar musicas infantis... tudo em prol de não passar uma viagem a ouvir: outra, não, outra. É que se a musica tiver coreografia é ouvida até ao fim, se não tiver é dois segundos até ouvir o outra.
Isto origina figuras lindas dentro de um carro no trânsito, quando o vidro de trás é escurecido e parece que apenas eu estou no carro. De doida já não passo!

quarta-feira, março 13, 2013

As fases da criança

No meu entendimento as crianças devem viver em pleno cada uma das fases da sua vida: a fase de comer, dormir e c****; a fase dos primeiros resmungos; a fase das primeiras tentativas de andar; a das primeiras birras; das primeiras brincadeiras; das primeiras parvoices... e por aí fora.
Mas isso sou eu!
Por isso não compreendo como é que existem pais que acham um espetáculo ter um filho que está muito desenvolvido para a idade e dizem-no com orgulho perante todos, porque é uma criança arrumada, certinha, que só faz isto e aquilo nas horas determinadas. Tudo bem, devem existir regras e ser impostas à criança, para que ela perceba que não faz tudo o que quer e como quer.
Mas caramba, uma criança só poder brincar com x brinquedos em x dias e no seu quarto para não desarrumar a casa? Limitações para saltar, brincar e aparvalhar?
Para mim isso não funciona, nem sei como conseguem. Uma criança só é criança uma vez na vida, por isso tem de poder vivê-la, brincar e desarrumar para mim é normal... conquanto aprenda a arrumar no fim; brincar, saltar, pular, fazer parvoices, tem de ser normal. Isso faz também parte do crescimento.
Só quero um filho adulto quando essa idade chegar e nunca antes do tempo.
Mas isso sou eu, que se calhar sou estranha!!

quinta-feira, fevereiro 14, 2013

Dormir... hummm, tão bom!

Pois é, após a maternidade começamos a dar valor a pequenas coisas que antes são dadas por garantidas.
Refiro-me a uma coisa tão básica como... .


Esta noite consegui dormir 6h sem interrupções e foi um espetáculo.